Notícias e Destaques ACOS

Plataforma Alentejo apresenta Exposição sobre acessibilidades a Presidente da República, Primeiro Ministro e Partidos e pede audiências

PLATAFORMA ALENTEJO ENVIOU A PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PRIMEIRO MINISTRO E PARTIDOS POLÍTICOS EXPOSIÇÃO SOBRE ACESSIBILIDADES E SOLICITA AUDIÊNCIAS COM CARÁTER DE URGÊNCIA

O Secretariado da Plataforma Alentejo, dando cumprimento às decisões da sua última reunião, enviou hoje ao Senhor Presidente da República, Senhor Primeiro Ministro e Partidos Políticos uma “Exposição sobre as acessibilidades no Alentejo”, solicitando com caráter de urgência a marcação de audiências atendendo a novos conhecimentos resultantes das suas últimas diligências e do acesso a “Estudo Técnico” da REFER sobre a Linha do Alentejo, que vem confirmar a justeza dos trabalhos apresentados ao longo do ano pelos técnicos que apoiam a Plataforma Alentejo.

 Como se sublinha na “Exposição” “Do balanço das múltiplas iniciativas promovidas pela Plataforma, resulta com maior acuidade a necessidade da consideração das suas propostas.”

Rede Ferroviária como base do modelo de ordenamento e gestão do território;

Rede Rodoviária a concluir no Alentejo como complementar à Rede Ferroviária;

Porto de Sines e a urgência de acessibilidades terrestres, sobretudo ferroviárias que lhe garanta segurança e fiabilidade junto dos operadores que a ele recorram;

Aeroporto de Beja, as acessibilidades ao mesmo e o fim da sua operação intermitente;

Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva e a necessidade de acessibilidades para aumentar o seu potencial produtivo, atrair para o território as agro-indústrias de que carece para a sua valorização e a criação de emprego qualificado e permanente;

Coutos mineiros de Neves Corvo e Aljustrel e a indústria extrativa de rochas ornamentais e a necessidade do transporte ferroviário;

Turismo do Alentejo e a necessidade de resposta ao nível das acessibilidades que sustentem e permitam desenvolver o seu potencial de crescimento exponencial;

Alentejo território de “objetivo 1”, logo passível de obter financiamentos da União Europeia a fundo perdido superiores a 85%, uma oportunidade que não pode ser perdida;

são questões desenvolvidas e fundamentadas na presente “Exposição”.

Nela se considera ainda que: “Alguma coisa mudou já para melhor.” “É preciso e urgente que outras mudanças se verifiquem.”

“É POSSÍVEL, NECESSÁRIO E URGENTE RECUPERAR O ATRASO”

A “Exposição”, agora entregue, constitui um novo, positivo e construtivo contributo da Plataforma Alentejo sobre a estratégica questão das acessibilidades ferroviárias, rodoviárias marítimas e aéreas no Alentejo, sobre a sua importância para todo o Alentejo e para a salvaguarda do interesse nacional, contendo desenvolvimentos das ideias centrais constantes na sua “Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional”, tornada pública a 14.8.2018.

A “Exposição”, irá agora ser difundida entre os primeiros subscritores da Plataforma Alentejo, instituições, organizações e associações representativas da sociedade alentejana, constituindo um  importante contributo para o aprofundamento da reflexão que se pretende fazer com a realização da “Convenção do Alentejo” que se irá realizar no  dia 12 de Setembro de 2019, em Évora, em local, horário e com agenda definitiva a comunicar brevemente.

A “Convenção do Alentejo”, aberta a todos os interessados, contará para a introdução das questões fundamentais constantes na “Exposição” com técnicos que apoiam a Plataforma Alentejo e, assim o esperamos e desejamos, com outros especialistas das diferentes áreas a quem irão ser endereçados convites.

Como se afirma na abertura da “Exposição”:  É URGENTE DESENVOLVER  A ESTRATÉGIA INTEGRADA DE ACESSIBILIDADES!

SÃO  POSSÍVEIS E URGENTES DECISÕES E MEDIDAS CONCRETAS QUE SERVIRÃO MELHOR O INTERESSE NACIONAL E CONTRIBUIRÃO PARA UMA MAIOR COESÃO E DESENVOLVIMENTO DE TODO O ALENTEJO. “

O Secretariado da Plataforma Alentejo


EXPOSIÇÃO APRESENTADA AO PR, PRIMEIRO MINISTRO E PARTIDOS