Notícias e Destaques ACOS

Agricultura intensiva, inovação tecnológica e preservação das paisagens culturais na região Euroace

Encontro Agricultura intensiva, inovação tecnológica e preservação das paisagens culturais na região Euroace

 

Organizam: Instituto de Arqueología-Mérida (CSIC-Junta de Extremadura) (IAM), Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura (CICYTEX), Universidade de Évora (UÉv.)

 

Data: 17 de Janeiro de 2020

Lugar do Encontro: Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial

Rua do Sembrano 78

Beja, Portugal

 

O propósito desta reunião é, em primeiro lugar, mostrar o desenvolvimento e resultados da tarefa “Métodos não invasivos em Arqueologia e Agricultura de Precisão para a revalorização do Património e desenvolvimento de uma atividade agrária produtiva e sustentável”. Em segundo lugar, pretende-se confrontar a visão de como gerir os espaços agrários atuais em múltiplas perspetivas: a dos empresários agrícolas, a dos investigadores em ciências agronómicas, arqueólogos e gestores encarregues da custodia do território.

 

Inscrição em http://www.innoace.eu/?page=events&idioma=&id=32

 

PROGRAMA ESP

PROGRAMA PT

·         10:00 Abertura e presentação do projeto INNOACE a cargo do seu coordenador, Francisco Hinojal.

·         10: 15 Apresentação geral da tarefa, Victorino Mayoral (IAM).

Bloco I: apresentação de trabalhos realizados no quadro do projeto INNOACE e associados à temática da tarefa.

·         10:20/10:40: “Prospeções geofísicas desenvolvidas na Villa Romana de Pisões”. Bento Caldeira, Rui Oliveira e José Fernando Borges (UÉvora).

·         10:40/11:00: “Utilização de mapas de condutividade eléctrica para a exploração arqueológica em torno da Villa de Pisões”. José Rafael Marques da Silva (Uévora)

·         11:00/11:20: “Menos mal que temos o olival? Quando (quase) tudo falha: resultados dos trabalhos arqueológicos na Herdade dos Pisões (Beja)”. Rui Mataloto, Conceição Roque, Hugo Morais, Gonçalo Bispo, Rui Monge Soares e Mariana Carvalho.

·         11:20/11:40: “Tarefas de prospeção arqueológica desenvolvidas no quadro de INNOACE em território espanhol”. Victorino Mayoral, José Ángel Salgado (IAM), José María Terrón, Francisco Domínguez (CICYTEX)..

·         11:40/12:00 PAUSA

·         12:00/12:20: "Arqueologia e Agricultura em diálogo: ponto de situação dos procedimentos de salvaguarda na região do Alentejo". Samuel Melro, Direção Regional da Cultura do Alentejo.

·         12:20/12:40 A agricultura e a proteção do património arqueológico. A reestruturação vitivinícola na Extremadura. Samuel Pérez, Dirección General de Patrimonio da Junta de Extremadura.

·         12:40/13:00: Impacte do arranque do olival em sítios arqueológicos: o caso de Hasta Regia. L. Lagóstena, P. Trapero, M. Ruiz Barroso, Isabel Rondán. Universidad de Cádiz

·         13:00/13:20: Os Estudos de Impacte Patrimonial (EIP) como elemento para uma estratégia sustentável de minimização de impactes no âmbito de reconversões agrícolas. Tiago do Pereiro, ERA Arqueología.

·         13:20/13:40: Métodos de teledeteção a baixa altura para agricultura de precisão e prospeção arqueológica. Jorge Blanco, Greenfield Technologies.

Bloco II. Tarde. Mesa redonda com intervenção de outros agentes interessados